quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

MINISTRO AGANARO: Você conhece este Espírito?

Salve Deus.






Os Ministros são Espíritos de Alta Hierarquia que trabalham na lei Crística em franca e firme consolidação da Vontade do Criador. e conforme o BLOG "amanhecer em notícia": " São individualidades responsáveis por grupos de espíritos ou por determinada atividade ligada a evolução de um sistema espiritual." Muitos desses Espíritos estão laborando na Corrente Indiana do Espaço, representada neste Plano Físico pelo Vale do Amanhecer, como acontece com Aquele que conhecemos por Ministro Aganaro, que, como acontece com os demais Ministros laboram no Vale para cumprirem seu compromisso transcendente no processo da cura desbsessiva.
Temos conhecimento de que na "Estrela de Nehru", o Ministro Aganaro é responsável por toda a harmonização e manipulação dos raios das estrelas e das pesadas cargas das Esmênias.
O Ministro Aganaro, que conforme ocorre com os demais ministros,  também tem ligação com os trabalho e Julgamento e Aramê que acontece no Vale do Amanhecer, sendo que o Trabalho deve ser realizado com a presença e condução dos Mestre do Turno Aganaros, que são os mestres que deverão cuidar de tudo o que se refere aos prisioneiros
Se faz representar, neste Planeta e no Vale do Amanhecer pelo Mestre  Nélio, Adjunto Atumarê. 

O verdadeiro Mestre Aganaros tem a consciência de que libertando seu irmão, sua vítima do passado, também receberá, pelas Bênçãos de Deus, a própria  Libertação! E, por isso, jamais deve esquecer o alerta de Ta Neiva:
"Já mais de uma vez venho lhe advertindo  da prova que Deus, vendo nossos esforços, nos escolheu como patronos desses infelizes, que vivem no mais triste sofrimento, envolvidos pelo ódio. Somos nós, filhos, com o nosso amor, nossa perseverança que estamos a evoluir esssa grandeza."

LENDA : AMOR CIGANO.

Somente um coração cigano pode amar uma cigana!



foto da internet



Esta história é uma lenda que justifica porque uma cigana não deve se apaixonar por um "gadjô"( não cigano); não faz parte do Acervo da Doutrina do Amanhecer, mas, pela beleza merece estar neste Blog, pois esta lenda é genuinamente cigana!

Na Espanha, terra e cor  e de magia, foi onde aconteceu esta triste história de amor! Lá naquelas mágicas terras havia um príncipe que descontente, saiu do castelo vestindo roupas de plebeu., pois ele queria conhecer a vida do lado de fora dos muros do castelo,  estar com o povo, conhecer a vida que viviam. Logo, encontrou um grupo de ciganos, que dançavam, cantavam, batiam palmas, comia e bebiam com grande alegria e despreocupação. Ficou fascinado! E sem poder se conter, juntou-se a eles.
Uma cigana, de nome Zaira, que dançava com grande beleza, logo que viu o príncipe ficou por ele interessada e aproximando-se perguntou se ele queria dançar. Ante a afirmativa do príncipe, Zaira pegou duas canecas de vino e ofereceu uma ao príncipe demonstrando todo o seu interesse, sempre dançando e rodopiando com muita graça e elegância. 
O príncipe, estava encantado, pos no seu castelo tudo era muito formal e bebendo o vinho, sem conseguir desviar os olos da linda cigana percebeu que, aquele vinho barato lhe parecia infinitamente melhor do que o melhor vinho de sua adega!
Zaira dançava em frente ao príncipe que, maravilhado, lhe perguntou:
_ Qual o seu nome, linda cigana?
_ Zaira; e tu, gadjô?
_  Meu nome é Sol, um pobre coitado.
_ Se tu es um pobre coitado, podes ser um cigano.
Por um tempo o príncipe ficou com os ciganos. A alegria, a música, as festas, tudo, tudo lhe fascinava e, assim, neste clima de magia e alegria amou Zaíra e a engravidou.
Porém, a vida cigana para os que não são ciganos torna-se cansativa e enfadonha. O príncipe já sentia falta do luxo, da pomba e riqueza de seu  castelo. E quando os ciganos tiveram que levantar acampamento ele sabia que não seguiria os ciganos; mesmo porque, como príncipe tinha compromisso com seu povo e foi embora, numa noite de luar, sem olhar para trás.
Zaira ao perceber que seu amado a abandonara olhou para o céu e disse: " isto é para todos aprenderem que ciganas não pode amar gadjôs!" e pediu que sua história fosse contada a todas as gerações de ciganos até o final dos tempos.
Zaira dali a alguns meses teve uma menina que recebeu o nome de Zaina, porém, não se sabe se por tristeza ou problemas no parto desencarnou logo  em seguida. A pequena Zaina foi criada sob a proteção de um cigano do grupo.
Por isto, até hoje, as ciganas evitam o amor dos gadjôs!



segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

AMIGOS E INIMIGOS NO VALE DO AMANHECER.

 Louvado seja o Nosso Senhor Jesus Cristo!
Meus irmão e minha irmã que acessa esta postagem. Salve Deus. Todas as dificuldades, todas as conquistas que temos nesta vida sempre são frutos de nossas escolhas, de nossos comportamentos, como parente, profissional, cidadão ou, o mais importante, como ser em busca de evolução. Por isto, é sempre importante, buscar a orientação dos Mentores através da oração, da prece para que nossos passos sejam firmes e nossas escolhas corretas a cada passo desta jornada; mais ainda na condição de médiuns do vale do Amanhecer, onde as forças, as energias são ampliadas, multiplicadas em favor (ou desfavor) de cada um dependendo da sintonia e do comportamento doutrinário.
No livro "Instruções práticas"fascículo 1, encontramos às fls 36/37 orientações sobre os "Amigos e Inimigos" e informações como se portar perante a Doutrina para que haja a perfeita sintonia e que a missão possa ser desempenhada com mais tranquilidade, mais harmonia.

" Você vai encontrar muita gente no Vale. A maioria você não conhece mas sempre vai encontrar alguns que conhece. Pode até encontrar alguns amigos e inimigos. Ou pode acontecer de você antipatizar com alguns e simpatizar com outros. Bem, isso acontece em qualquer outro lugar da vida,, não é verdade?
Então qual a diferença?
A diferença é que no Vale do Amanhecer só existem dois tipos de pessoas: Médiuns e clientes! O vale só reconhece duas qualidades: a mediunidade ou a necessidade.
Sabedor disso você terá que se educar para agir de acordo. Tanto o desenvolvimento mediúnico como a busca de lenitivo para a dor são feitos no Vale como a última esperança da pessoa. Logo, a probabilidade é que as que chegam ao Vale talvez não sejam as melhores pessoas, os mais "bonzinhos" da comunidade. Mas, pela mediunidade

TUMUCHY, ARAKEN, SUMANÃ E AJARÃ: Saiba mais!



No Plano físico conhecemos os Trinos, visualizamos, muitos tiveram ou Tem convivência com os mesmos;mas, o Homem é apenas o representante de uma Força, de um Poder maior, invisível e muitas vezes, desconhecido por nós. Porém, por consequência da responsabilidade de Tia para com a Doutrina e por sua preocupação em esclarecer o Mestre Jaguar, para que o mesmo seguisse  seguro sua jornada, com conhecimento pleno das Leis do Amanhecer, podemos ter  ideia do que significam essas  Forças, esses poderes, uma vez que Ela deixou tudo bem esclarecido! Salve Deus.

TUMUSCHY: Legião que existe na linha intelectual onde estão se comprometendo as grandes conquistas científicas. É um poder absoluto de pleno desenvolvimento.
Tem grandes dificuldades com o seu povo, em razão da pouca receptividade na Terra. Assim como Koatay 108, em sua força não existe meio term. Tumarã, que é o reino dos Tumuchys, se coloca em seu Mestre, formando 3 Atons. Os Tumuchys se elevam as grandes pesquisas doutrinárias, filosóficas e científicas.

ARAKEN- É um grande Iniciado que domina a sua Leião na proporção dos Tumuchys, porém, em outras finalidades.
Sua força é igual, porém absurdamente diferente, isto é, em finalidade e forma. É poder na Linha Cármica; encantos, manifestações materializadas, calor  e transformação (indução.

SUMANÃ- Sumanã é a força ligada às grandes organizações. Não emite força dominante; é força curadora e desobsessiva. Legião de Iniciados que se limitam as grandes curas. Não é fora vibradora como a força do Tumuchy e do Araken, porém , de imenso poder.
De "maneira" mais particularizada, Sumanã representa os poderes que regem os SANDAYS: cura e junção.

AJARÃ- Força responsável pela sustentação dos templos externos. Seu representante é Coordenador dos Templos. Dispõe de podres para a realização das Iniciações (consagrações, onde julgar conveniente.

sábado, 19 de janeiro de 2013

SALADA DA CIGANA: bom apetite!

Esta salada é deliciosa e bem ao gosto "rom", pois tem sabores variados e colorido maravilhoso, enriquece qualquer refeição!
A quantidade é para cerca de cinco pessoas.

foto da internet

ingredientes:
3 cenouras médias;
1/2 pimentão verde, meio amarelo e meio vermelho
( se preferir, usar apenas 1 pimentão verde)
 100 grs. de azeitonas fatiadas regadas com 1 colher (sopa) de azeite de olivas( deixe por uns 2 minutos)
100 grs. de uvas passas sem caroço
1/2 cebola branca
batatas inglesa.
2 talinhos de palmito ( opcional)
1/2 colher de sopa de gengibre ralado
azeite á vontade
3 colheres de maionese ( opcional)
folhas de alface.
salsa e cebolinha, se gostar
ovos cozidos cortados ao meio.


Rale as batatas, frite em óleo bem quente, tempere com sal e reserve (caso queira, pode usar a batata tipo palha industrializada)

Numa vasilha junte:
As cenouras raladas em tiras.
os pimentões fatiados em pedaços pequenos e bem fininhos, as azeitonas fatiadas, as azeitonas,a cebola ralada, o gengibre, o palmito em lasquinhas.
Tempere com sal ( prove), pimenta malaqueta, pimenta do reino, cominho- 1 colher de café ( caso goste), junte a salsa e a cebolinha picadas bem fininhas.
Junte a batata frita.
Reque com azeite, quanto baste e junte a maionese. Misture bem.

Lave, seque as folhas de alface. Forre a vasilha em que vai servir. Coloque a salada já temperada. Enfeite com ovos cozidos. Leve à geladeira.
Garanto sucesso!
Antes de comer agradeça à Mãe Terra por tantos alimentos deliciosos que ela humildemente nos oferece!

À PORTA DO TEMPLO DO SOL: você conhece esta história de Tia Neiva?



Esta história, segundo me contaram é uma carta de Tia Neiva escreveu para o Mestre Nestor Sabatovicz e após a leita devemos fazer uma reflexão sobre a mensagem que contém a fim de que tenhamos condições de assimilar o ensinamento. Salve Deus, meu irmão e minha irmã. O acervo que nossa Mãe Clarividente é um manjar que devemos ingerir sem pressa para que o que ali deve ser aprendido se torne seiva a fortalecer nosso espírito para a realização desta jornada; Paz e luz em nossos corações. Salve Deus.

" Havia um jovem adulto e de grande formação espiritual e tinha o templo do Sol, onde existia o Conselho dos Sete e onde todos pensavam que ali se registravam os maiores mistérios.
Esse nosso jovem personagem valeu-se de seus poderes de príncipe daquele povo, chegou r bateu à porta do Templo do Sol. Quando o guardião abriu a porta arrogantemente exigiu sua entrada e explicação sobre seus segredos. Para sua surpresa o guardião bateu-lhe com a porta no rosto e ele muito revoltado voltou para casa.
No outro dia ele novamente voltou a bater na porta do Temple tornou a levar a porta no rosto.
Quando chegou a sétima vez este jovem príncipe já estava preocupado com a sua reação e o que ele poderia fazer fazer para entrar. Bateu novamente no Templo do Sol, mas o guardião sequer deu oportunidade para que ele fizesse o que pretendia, e fechou a porta.
Ferido em seu orgulho e em sua vaidade de príncipe, ele se sentou nos degraus junto à porta do templo, e aguardou. Dormiu e sonhou. 
Sonhou com alguém que lhe dizia:
_ Filho! Meu príncipe! Há muitos sábios e poucos príncipes! teus súditos te querem matar, te trair. expulsei-te da porta do templo para que não morresses, porque pela tua intolerância, pelo teu orgulho, teu povo te quer matar. Para que possas conhecer o meu segredo terás que ter a simplicidade de uma criança,a força de um leão,  o amor dos justos, as tuas mãos limpas, a humildade e a tolerância das raízes das árvores! Só assim será aceito no Conselho dos Sete e penetrarás no Templo Real!
O sol já tinha se levantado quando ele acordou suado, com o sol batendo em seu rosto. Ouviu o ranger da porta do templo que  abria e deparou com o Guardião em sua frente, não teve forças para se levantar, mas sorriu e gritou:
_ Salve bendita ilusão! Eu te conheço pelos teus olhos. Como fui vaidoso e orgulhoso e não pude te entender! E beijando-lhes os pés, pediu: Ó meu Mestre, perdoe-me!
Então ambos se abraçaram e choraram pela redenção de uma nova doutrina.
_Sim, meu filho. Nada recebemos sem o devido preço. Jesus, o nosso Guardião, nos dá a contagem de sete guardiões,por quem dorme em sua porta.
carinhosamente,
a Mãe em Cristo, Tia Neiva (9.4.75.

Algumas reflexões que podem ser feitas, após a leitura:

1- O que ou quem representa o príncipe?
2- O que ( ou quem) é o templo do Sol?
3- Quem é o Guardião?
4- Como podemos ter acesso ao conselho dos Sete?
5- Que significa o sonho; também recebemos esta mensagem?
6 Como esta história faz sentido para um jaguar (Mestre ou Ninfa?

terça-feira, 15 de janeiro de 2013


SURIÊ: SAIBA MAIS!

Meu filho, esta cruz é a estrutura de um Suriê, que representa Koatay 108. Pode ser colocada na cabeceira de sua cama ou no seu Aledá.
Nas horas de necessidade, espere, em Cristo Jesus, que ela lhe alcance. Esta cruz só conserva seu encanto em lugar que haja o seu calor.Ela é um ponto de irradiação das Legiões! Ela é o seu Aledá!
          
( A mensagem acima acompanha o Suriê)

     Suriê- é um talismã especial, nas cores vermelha, verde ou azul. Além de toda a proteção de um talismã, o Suriê age como como poderoso receptor de energias positivas, como se fosse uma  Morsa gigantesca. Altamente positivo. Altamente positivo e energético, deve ser usado sempre que o médium for participar de Trabalhos como a Incorporação de Pai Seta Branca, Cruz do Caminho, Turigano, Estrela de Sublimação e Cura, ou do Comando dos demais Sandays, onde irá manipular energias poderosas. Garante a recepção de grandes quantidades de energias especiais.

SALVE DEUS.

A História de Ditinho Pt 1 - Tia Neiva- Salve Deus, irmãos e irmãs. Recebi pedidos para postar a HISTÒRIA de DITINHO, que retrata na trajetória deste espírito na erraticidade a jornada de todos os seres humanos após o desencarne. Esta História contada por Tia Neiva é de rara beleza e deve ser conhecida por todos os médiuns do Vale do Amanhecer. Graças a Deus, um filho de Seta Branca, nosso irmão, postou no youtube esta linda história. Que Deus o Pague por esta caridade. Salve Deus. Boa aprendizagem!

A História de Ditinho Pt 2 - Tia Neiva Esta é a continuação da postagem anterior, que continua nos mostrando a jornada do Homem desencarnado.... boa sorte, meu irmão, minha irmã! Que os benditos ensinamentos floresçam em seu coração!

SER AGANARA.



Ser Aganara é ter uma fogueira acesa na alma
para aquecer os dias e iluminar as noites escuras de tempos vazios.
Ser Aganara é ter música no coração
música que faz bailar os olhos que dançam ao sabor do  vento,
É ter calor do sol e brilho de Lua e  emanar a Luz de Deus!
Ser Aganara é ser justiça em qualquer situação em favor de qualquer irmão.
Vê esta fogueira de chama viva que a todos acolhe?
Vê esta espada resplandecente que se ergue acima das injustiças do mundo?
Vê estas cores alegres que trazem felicidade aos espíritos?
Vê esta vontade infinita de servir... de acolher... de transmitir?
Vê esta Ninfa que passa, com sua saia colorida, com seu Talismã Katismoschy, com sua fé na Lei?- É uma Aganara!
É uma filha de Seta Branca.
Ouça seu Canto. Ouça o Canto de quem sofreu as agruras do Tempo.
De um tempo de lutas e enganos
Seu Canto é uma confissão, um alerta para mostrar
a direção segura desta estrada: ouça-o! Sinta-o!
É o canto da linda cigana, da velha bruxa, da infeliz feiticeira
daquela que trouxe no sangue a magia que transformou
pelo amor de Koatay 108 em Alta Magia,
Ouça o Canto de quem se perdeu e se achou.
De quem, outrora, viveu n ódio; e hoje é puro amor.
Isto é ser Aganara. Isto é ser Cigana. Isto é ser Ninfa do Amanhecer!
Salve Deus.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

O Espiritismo De Kardec Aos Dias De Hoje. FILME COMPLETO- Meu irmão, minha irmã; espero que você goste deste vídeo; ele aborda de uma forma quase didática a história do Espiritismo ao longo dos tempos. Traz um enorme conhecimento acerca do assunto e e´possível ver que além do que se pensa, o Espiritismo não é uma Religião e, sim, uma Ciência. Seu lado religioso é devido á transformação dos seres que tem conhecimento sobre os fundamentos do Espiritismo, que faz com que haja a ligação com o transcedente, com o Divino com a certeza que estamos neste planeta com um propósito maior do que nascer, crescer, multiplicar e morrer! O Espiritismo é a base de todas as Doutrinas Espiritualistas. Vale a pena conferir! Salve Deus. Que Jesus nos ilumine.

ARAKEN: Você conhece esse Espírito?

Salve Deus. Paz e Luz em nossos corações.

Muito ouvimos falar sobre Araken. Mas, na verdade, quem é Araken?
Temos conhecimento que Araken foi representado nesse Plano pelo Mestre Nestor; mas, e no Mundo Espiritual, que informações temos sobre esse Grande Iniciado de Deus Pai Todo Poderoso? Como viveu neste Plano que ora vivemos? Onde encarnou, em que parte deste mundo? A resposta nos foi dada por Tia Neiva, cujos esclarecimentos faço transcrever abaixo:



"Araken foi um rei que dominou muitos anos e ele viveu não sei quantos anos ele viveu no Himalaia. Ele ficou velhinho, este nome dele já veio dos jaguares, alé de viver muitos anos nos Himalaias vivia num quarto esperando, se transportava e ali se espiritualizou, sobre ele podemos dizer que foi Araken um dos Grandes Iniciados dos Himalaia, foi um dos grandes do Himalaia, era encarnado  naquele lugar, acho que durante este tempo ele nunca viu a luz do sol, durante o tempo em que ele vivia. Era um Espírito que ele mesmo encarnado, tinha que evolur em todo lugar.
Depois ele teve uma encarnação aqui no México, ele com sua facilidade de se transportar. Mas esta encarnação não foi boa para ele e nem para o seu povo. Teve outra também numa planície que eu chamo de "Eldorado", aliás, eu chamo assim depois que eu vi na espiritualidade discutindo-se sobre o Eldorado.
Salve Deus.Ele teve três encarnações sempre como Grande Iniciado, ou muito religioso ou Grande cientista, mas o fato era que a mente dele era científica mesmo. Todas as encarnações dele eram sempre grandiosas. Hoje Araken é um dos primeiros Raios de Pai Seta Branca.

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

A BUSCA POR DEUS- poesia


foto da internet
Olhando o mar busquei Deus
mas, entre as ondas calmas ou revoltas
vi a grandeza, vi o poder
mas não encontrei Deus no mar.
então busquei Deus no infinito.
E vi astros e estrelas brilhantes
beleza e perfeição no infinito
mas, não encontrei Deus.
Procurei Deus na Terra
entre criaturas de toda a espécie
diversidade e igualdade percebi na Terra
não, ali não encontrei Deus na Terra.
Havia por toda parte sinais divinos
sinais que demonstravam que somente Deus
podia ter criado e construído tudo aquilo
mas, era a Criação... eu buscava o Criador!
deparei-me com a perfeição, o poder, a grandeza, a igualdade
vi a simplicidade, a coerência, a harmonia...
Mas, não encontrava Deus, pois tudo que via era apenas
indícios de Deus.
Sem saber onde mais procurar
sem esperança de encontrar Deus
busquei meus irmãos, filhos de Deus, criaturas divinas
e olhei-as. Num primeiro momento não vi Deus.
Nenhuma destas criaturas me lembravam o Criador
Não tinham perfeição, nem poder, nem harmonia
não respeitava a diversidade, nem buscavam a igualdade...
Mas. não sei porque, não si como, eu amei
Amei estas criaturas apesar de seus erros, de seus defeitos, e suas imperfeições.
E, pelo amor, cheguei aos seus corações: lá estava Deus.
Juiz de fora, 11 de janeiro de 2013- Por jurema, Cigana Aganara.

PALAVRA DE AGANARA: A simplicidade do Mestre Jaguar,

SALVE DEUS, MEUS IRMÃOS E MEUS MESTRES. SALVE DEUS.


Hoje, olhando na internet fotos do Amanhecer, observei lindas fotos tiradas em vários Templos e em diversas situações. O que me chamou a atenção foi o fato de tantas fotos serem registradas tendo ao fundo uma simples e humilde parede de tijolos! Sim, meus irmãos, Ninfas com lindas indumentárias, garbosos Mestres com suas capas postados perante uma parede de tijolos! E há tanta imponência, tanta dignidade, tanto amor que parece que estão diante do mais fino mármore! São fotos lindas que, na humildade aparente do lugar, de um Templo do Vale do Amanhecer, fica demonstrado o que todo jaguar sabe em seu coração: a verdadeira simplicidade é uma riqueza!
Todo jaguar sabe que para Louvar a Deus, seguir as palavras do Mestre Jesus cumprindo Sua Lei, enfim, para praticar a caridade em favor do menos favorecido nada mais é necessário do que a simplicidade: de coração e de espírito. 
Nossa Mãe Mentora sempre se referiu ao jaguar como um ser que sempre viveu pelo poder, pelo luxo, em conquistas materiais pelo ouro e pela prata, tendo se perdido nestas buscas; sempre ao lado dos castelos, dentro dos palácios e reinos. E muitos ainda "pagam" nesta encarnação este apego pela riqueza e luxo, conquistado, muitas vezes na intriga e no crime. Hoje voltamos e "compreendemos que somente o amor nos traz libertação". 
Muitos Templos religiosos de outras crenças são suntuosos, banhados de ouro, chão de mármore, riqueza que, muitas vezes induz o seguidor a pensar, a buscar apenas na riqueza que este mundo proporciona àquela que disse Jesus " a traça rói e os ladrões roubam." No Vale do Amanhecer, no "nosso vale", ainda que as paredes sejam do mais rústico tijolo, de madeira rusticamente cortada, ainda  que o chão seja do mais ínfimo piso, ou de terra caprichosamente batida pelos pés dos missionários, que pedaços de vidro, de espelho e de papel prateado e dourado sejam os ornamentos, sabemos que a verdadeira riqueza que ali habita é invisível, poi, vem do Mundo Imaterial, cujos valores não são conhecidos dos olhos físicos, mas, são sentidos pelo coração do verdadeiro cristão.
Sejamos simples como simples é Jesus. Sejamos simples como simples nos ensinou ser nossa Mãe, Tia Neiva; ouçamos a voz do Grande Simiromba de Deus: não participeis!
O jaguar pisa altaneiro no chão batido do Templo e ali trava uma peleja grandiosa entre paredes rústicas e da maior simplicidade que pode haver, sem perder sua imponência e elegância de sua transcendência; é por isto que, muitas vezes, no amanhecer, em atenta observação, temos a impressão de ver passar um rei, uma rainha, um guerreiro, um grande negociante, um senhor de escravos, uma sinhazinha... entretanto, hoje, como Mestres do Amanhecer são apenas missionários no cumprimento de suas missões, na simplicidade e humildade da mediunidade e ficam tão bonitos em frente uma pobre parede de tijolos!
Parabéns, verdadeiros jaguares, que cumprem a missão na simplicidade do amor incondicional!

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

TRINO ARAKEM EM IPATINGA 16-11-96.

O JAGUAR DESENCARNADO: história do Trino Araken


Esta história é contada pelo Mestre na 2ª aula de Sétimo. Ele começa a relatar que "os espíritos recém desencarnados, que chamamos "mortinhos" são os espíritos que desencarnam e vão para Pedra Branca, se aproveitou a encarnação ele vai e acompanha o seu Mentor e vai pro Canal Vermelho; caso não tenha aproveitado a encarnação fica por aqui até que um Exu passe a mão nele e leve para uma caverna. O caminho é por aí. Eu aprendi uma história com um jaguar que conheci num Curso de Sétimo."
E o Mestre Nestor passa a relatar a história de um jaguar que foi capturado pelos Exus e eu a partir deste ponto, transcrevo o relato  na forma escrita adequando o texto da transmissão oral para a escrita para maior entendimento do leitor, sem contudo alterar o conteúdo.
O Mestre Nestor, Trino Araken, era responsável pelos cursos ministrados aos Jaguares e especialmente o Curso de Sétimo. Num desses cursos, Nestor conheceu um jaguar que sempre lhe perguntava o que leva os espíritos a se juntarem, o que faziam os espíritos sofredores a se aglutinarem em ordas, falanges, legiões...
Um jaguar desencarnou em 1990 e uns seis ou sete anos depois veio ao Vale do Amanhecer para falar com o Mestre Nestor. Havia sofrido tanto que não se lembrava nem mesmo do nome que teve nesta última encarnação. Este jaguar contou que sofreu muito, mas muito mesmo. Relatou, também que, o medo é muito grande no Mundo Espiritual. Explicou que quando os cavaleiros quando usam o chicote é apavorante. o silvo do chicote é assustador e por isto quando os espíritos sofredores escuta tal silvo ficam  amedrontados, tanto que qualquer som que escutam fazem-os correr para lá e se ajuntar. Eles vão se ajuntando e se aglutinando pelo pavor. 
Muitas vezes quando estão ajuntados chega um chefão da Lei Negra e os faz prisioneiros.
Salve Deus.

Esclarecimento do Mestre Caldeira do 3º Sétimo- vídeo do You Tube; O Trabalho de Terceiro Sétimo dos três cavaleiros da Luz é um grandioso Trabalho que o médium do Amanhecer pode ( e deve) fazer em casa; é um canal de emissão na Linha do Amanhecer.É realizado durante Sete dias ou Sete noites consecutivas; as Forças se movimentam ara o atendimento do Mestre na sequência de uma contagem, é importante lembrar que o Terceiro Sétimo deve ser realizado sem preesa. Maiores eslarecientos nas Palavras do Mestre Caldeira, Adjunto Yumatã. Salve Deus.

TIA NEIVA E O RECEPCIONISTA.

Esta história foi-me contada, recentemente, e achei a mesma muito interessante porque nos mostra aspectos do Vale do Amanhecer que não temos condições de observar; acontecimentos invisíveis aos nossos olhos físicos mas que acontecem e que por tais devemos cuidado da conduta doutrinária, pois um Mundo invisível que nos rodeia...



Contou-me que um certo dia Tia Neiva saiu da Casa Grande seguida de um grupo de pessoas com o qual se dirigiu em direção ao Templo, com a finalidade de apresentar o local aos visitantes daquele dia.
Porém, quando chegou ao Templo e, ao entrar juntamente com seus acompanhantes, foi surpreendida pela atitude do Recepcionista que se adiantou barrando-lhe a entrada. O Recepcionista, segundo me foi contada, era um médium comum e desempenhava sua função naquele dia, como tantos demais Recepcionista o fazem diariamente, mas viu-se na obrigação de impedir a entrada no Templo da Clarividente!
Tia, então, se aproximou na intenção de efetivamente entrar no Templo, apesar do impedimento do Recepcionista uma vez que o Trabalho estava sendo iniciado. Neste momento, ao fazer menção de entrar. Tia foi surpreendida pela aparição do Ministro do Recepcionista que se colocou em sua frente impedindo sua entrada. Tia vendo em sua clarividência o Ministro imponente e severo, não pensou duas vezes, deu meia volta e dirigindo-se ao grupo que a acompanhava disse: " É melhor esperar um pouquinho!". E somente adentrou ao templo com o grupo quando autorizada pelo Mestre Recepcionista.
Não sei se este fato aconteceu realmente; acredito que possa ter acontecido. De qualquer forma devemos entender que, quando vemos um Mestre Jaguar ou Ninfa, devemos ter consciência que ele está representando um Ministro, um Cavaleiro, um Guia Missionária ou outro Mentor de Luz, verdadeiros representantes de Jesus, seus auxiliares na condução do Amanhecer e por isto, todo Médium dever ser visto nesta condição. Quem se se nega a respeitar seu irmão de doutrina deve ao menos a respeitar o SER Espiritual que ele representa.
SALVE DEUS.

MESTRE NESTOR, 1º MESTRE JAGUAR!

"Um centurião que veio evangelizar e evoluir sua tropa."

 
"As transformações se fazem presentes na evolução deste planeta. Assim sendo, meus filhos, este sistema já está caminhando dentro de um outro ciclo, que Jesus e Seta Branca com as bênçãos de Deus, quiseram o regresso do meu filho Nestor e, a partir daquele instante, começou um novo ciclo." Com estas palavras, em 09.10.2004 Pai João de Enoque se referiu ao desencarne do Mestre Nestor durante um julgamento que aconteceu em 4 de outubro de 2004.
Nestor Sabatovicz representante neste Plano da Força do Ministro Araken, recebeu o título de "1ºMestre Jaguar do Amanhecer" e exerceu a parte executiva da Doutrina.
Com o desencarne da Tia, já consagrado, passou a a arcara com toda a responsabilidade pelo correto andamento do Trabalho, pelas reuniões doutrinárias,, além da Escala de Trabalhos, exceto as Escaldas da Estrela Candente, que sempre foi de responsabilidade do Adjunto Janatã.
Mestre Nestor, o Trino Araken, foi incumbido que preservar as Leis e Rituais do Amanhecer., além de ministrar cursos básicos de Instruções, com destaque para o Curso de Sétimo e Reuniões com Instrutores de Centúria.
Era um Mestre de precisão, detalhista e exigente da perfeita conduta doutrinária.

Algumas palavras do Mestre Nestor:
."Somos profissionais, somos Mestres do Amanhecer!"
."Não é o grito que abra o Neutron".
. "Todo curso que fazemos e´, acima de tudo, um desenvolvimento."
."Sem a conduta doutrinária nós não vamos conseguir dar um passo no caminha da nossa evolução!"
." Ás vezes pensamos que só somos jaguares quando estamos de uniformes. mas não é o uniforme que nos faz jaguares"
."Na emissão trabalhamos na Legião do Divino Mestre Lázaro, na Legião dos Cavaleiros de Oxóssi."
."Todos nós temos um pequeno Aledá."

PARÁBOLA DA OVELHA: Leia e conte para alguém

Esta pequena parábola nos ensina como devemos entender a aceitar o propósito de Deus para nós! Quantas vezes queremos mudar o que somos ou o que temos, e, agindo assim, estamos simplesmente deixando de lado nosso maior tesouro, nossa verdadeira importância na obra do Criador! Serviu para mim; espero que sirva par você também, meu irmão e minha irmã queridos. Salve Deus.

Uma ovelha muito inteligente mas muito indisciplinada, observou a importância da lã para a Humanidade e sentiu-se muito mais importante do que os outros seres vivos. A ovelha pensou:"  Se sou tão importante, porquê passar pela humilhação da ttosquia. Porque aceitar o trabalho daquela enorme tesoura que a pelava a a fazia sentir frio; porque se sujeitar a receber mísera ração e humilde lugar para dormir?
A ovelha foi, então, reclamar com o Criador.
_ Pai, não estou satisfeita com a minha condição; a tsquia é um tormento e pela importância do que eu ofereço para o mundo, quero uma consideração!
_ Que deseja que eu faça?
_ Quero que minha lã seja toda de ouro!
E desta forma, o Criador atendeu o desejo da ovelha. Porém, logo que seu pelo se transformou em fos de rico e brilhante metal, os homens ambiciosos atacaram o pobre animal arrancando-lhe o pelo, sem dó nem piedade.
_ Meu Pai_ Pediu novamente a ovelha muda-me novamente... não posso exibir lã de tanto valor convivendo com seres cheios de ambição e sem qualquer compaixão!
_ Que queres que eu faça?
_ Quero que minha lã seja transformada em fina porcelana.
E assim foi feito. Porém na primeira ventania a porcelana se quebrou cortando a carne da pobre ovelha que ficou cheia de feridas.
A ovelha regressou, aflita, ao Criador e se lamentou:
_Pai, renova-me! A porcelana não resite às intempéries deste mundo; a fim de não atrair malfeitores nem ser capaz de suportar as dificuldades deste mundo, quero ter lã fita de mel...
Mas, tão logo seu pelo se transformou em fios de mel, moscas famintas a atacaram e a deixaram cheia de chagas!
_ Criador misericordiosos! As moscas deixara--m em chagas...
_ O que queres que eu faça?
_ Transforma-me; transforma-me com lã macias e sem sabor e destituída de valor com a alface!
O Criador novamente atendeu o pedido da ovelha que logo que teve sua lã semelhante às folhas da alface foi atacada por alguns cavalos e se viu novamente machucada...
_Meu Pai, não suporto mais! E como soluçasse desesperadamente, o Criador, se apiedou da pobre ovelha eperguntou-lh o que desejava.
_Pai- Respondeu o animal_ Quero voltar a ser ovelha, condição que, agora sei, é a melhor para que eu viva neste mundo. Não quero mais ser superior aos outros seres e também entendi que os tosquiadores são verdadeiros amigos, nunca me machucaram propositadamente... quero ser simples e útil como antigamente! 
_ Volta e segue seu caminho em paz. Compreendestes que meus desígnios são justos. Cada criatura está colocada, por minha Lei, no lugar que lhe compete, portando as condições necessárias para sua vida!
A ovelha voltou para o vale, misturou-se om as outras e viveu feliz cumprindo sua missão.
Inspirado em texto do livro "ALVORADA CRISTÃ", do Espírito Néio Lúcio, por Chico Xavier.